Pode entrar, rainha. “El Dorado”, de Shakira, chegou à impressionante marca de 1 bilhão de streams no Spotify. Ela se tornou a primeira artista dos anos 90 a conseguir estas reproduções. Este também é o primeiro disco latino a alcançar esses números.

“El Dorado”, lançado em maio de 2017, é o álbum feminino com mais streams do ano e o disco em espanhol mais reproduzido na história. Em vendas puras, já são mais de 3.3 bilhões mundialmente. Ao combinar com as plataformas digitais, os números chegam a 5.1 bilhões. Isso é mais que a soma do segundo com o terceiro trabalho feminino mais vendido do ano: “So Good”, de Zara Larsson, tem 2.9 bi, enquanto “Witness”, de Katy Perry, tem 1.9 bi.

No YouTube, os números também são grandes. “Chantaje”, com Maluma, chega a 1.9 bilhão de visualizações, depois de 11 meses de lançamento. “La Bicicleta”, com Carlos Vives, também superou o bilhão e tem dois Latin Grammys. “Me Enamoré” está próximo ao meio bilhão e “Perro Fiel”, lançado há pouco mais de um mês, tem 166 milhões. 

Com esses números, Shakira se torna uma das poucas artistas que debutaram nos anos 90 a se adaptarem à era digital. Desde seu primeiro single oficial, “Estoy Aquí”, lançado em 1995 e considerado um dos maiores sucessos da década, a cantora sempre foi capaz de atingir marcas impressionantes. Depois de canções marcantes, como “Whenever Wherever”, sua primeira em inglês, e “La Tortura”, primeira música em espanhol a quebrar inúmeros recordes, chegou a vez de “Hips Don’t Lie”, que acabou se tornando um dos singles mais vendidos mundialmente no século 21.

Isso sem mencionar os temas de Copa do Mundo e o fato de que a maior parte de seus singles e álbuns são em espanhol, não é? A gente chama de rainha latina, mas também pode ser rainha global, pois quem pode, pode.

Vamos relembrar 1995, quando Shakira disse “estoy aquí” e nunca mais nos deixou?

Compartilhe essa ideia:

Comentários: